quarta-feira, 15 de maio de 2013

CEI - População


CEI - População

A população conjunta das 11 Repúblicas da CEI está em torno de 276 milhões de habitantes, tendo uma densidade demográfica de cerca de 12 hab/km2.
Várias causas naturais, biológicas e históricas explicam a distribuição populacional irregular nos países da CEI.
Cerca de três quartos (75%) dos habitantes da comunidade vivem na porção européia, em duas linhas de concentração demográfica; do mar Báltico ao Cáucaso e das fronteiras do oeste às cidades de Novosibisk e Novo Kusnetsk na Sibéria Ocidental. Nas regiões de Moscou e sul da Ucrânia existe um grande número de cidades.
Ilhas de povoamento são encontradas no sul da Ásia Central, no Lago Baikal e no Extremo Oriente.
Densidades baixas existem na parte asiática, na taiga siberiana e a tundra é um vazio populacional.
 Etnias
A população subdivide-se esquematicamente em: 15% de várias etnias (tártaros, judeus, grupos asiáticos), 6% de povos da Ásia Central, 4% de caucasianos e a grande maioria de 75% de eslavos. Dentre esses predominam os russos e depois deles os ucranianos. A fixação desses diferentes povos não coincide com a divisão política. Os russos estão presentes em todas as repúblicas. A língua russa é a mais falada dentre todas as outras, que são numerosas. Essa diversidade humana pulverizou a unidade do Império Soviético.
O Crescimento Populacional
A população da CEI seria bem maior não fossem os fenômenos com a I Guerra Mundial, a Guerra Civil (1917 - 1922) entre os comunistas e os Brancos, a II Guerra Mundial (onde morreram 20 milhões de soviéticos), as perseguições do período Estalinista e, recentemente, a perda de 4 repúblicas da ex-URSS que não quiseram aderir à nova Comunidade (Estônia, Letônia, Lituânia e Geórgia). Há também um desequilíbrio no número maior de mulheres em relação aos homens, como resultado das perdas na II Guerra.
Esse desequilíbrio vem diminuindo nos últimos anos.
A CEI possui o índice de natalidade médio entre os países desenvolvidos e uma das menores taxas de mortalidade, sendo o crescimento cerca de 0,9% ao ano.
A maior parte da população é urbana (65,9%).
 Movimentos de População
Durante o período de existência da URSS, o principal movimento da população era o da parte européia para a parte asiática. Dois motivos explicavam esse movimento: o aproveitamento das potencialidades da parte asiática e o objetivo estratégico de limitar o poder e a influência do Japão no Oriente, confrontando-os.
Milhões de pessoas se deslocaram e ainda provavelmente vão continuar se deslocando todos os anos para o Oriente. Outra constante tem sido o êxodo rural, provocado pelo processo de industrialização e de mecanização da agricultura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fico muito agradecido pela sua visita.
Me perdoe não poder responder às suas perguntas.
Se gostou e quiser elogiar ou criticar positivamente, ficarei agradecido e até envaidecido.
Se não gostou, não há necessidade de expor sua ira, frustrações ou ignorância escrevendo grosserias. Simplesmente procure outro material na internet.
Forte abraço!
Prof. Miguel